Campo Novo

Policial militar é morto com um tiro na cabeça durante festa junina em RO

Postado em 27/06/2016 07:13 h | Fonte: G1 - Notícias

O Soldado da Polícia Militar (PM) Rodinei Alberto Canela, de 35 anos, foi morto com um tiro na cabeça na madrugada deste domingo (26), durante uma festa junina realizada em uma creche municipal, localizada no Setor 4, em Campo Novo de Rondônia (RO), na região do Vale do Jamari. O crime aconteceu após um suspeito assediar a esposa do policial.

A arma utilizada no crime era do próprio militar, que foi encontrada em um terreno baldio próximo ao local do ocorrido. Um dos suspeitos de envolvimento no homicídio foi preso.
De acordo com o boletim de ocorrência, o policial estava na festa junina na companhia da esposa, quando um suspeito se aproximou e teria chamado a mulher para dançar. Mesmo com a negativa, o homem insistiu e passou a assediá-la.

Ao perceber a situação, o policial pediu para ele ir embora. Inconformado, o suspeito arremessou um copo plástico com cerveja na direção do soldado e o empurrou. O militar teria tentado se defender no momento em que outros dois agressores interviram, e os três passaram a agredir o policial, que foi derrubado. Caído ao chão, o policial continuou sendo atacado pelos suspeitos com chutes e socos.

Em certo momento das agressões, o suspeito que assediou a mulher do soldado localizou a arma de fogo na cintura do militar e tomou o revólver. O policial tentou reaver a arma, quando o homem atirou na cabeça do militar. Ele foi socorrido ao hospital do município, mas deu entrada na unidade hospitalar já sem vida.

Após atirar no policial, o suspeito fugiu, assim como os demais agressores. Um dos suspeitos de participar das agressões foi preso horas após o crime. O homem que teria atirado e o outro que agrediu o policial já foram identificados pela polícia, mas até o fechamento desta matéria não teriam sido localizados.

O corpo do policial foi levado para Rolim de Moura (RO), onde deve ser sepultado. A data e o local do sepultamento ainda não foram informados.
A assessoria de comunicação da Polícia Militar do Estado de Rondônia divulgou nota de pesar pela morte do soldado e exaltou que o policial era um excelente profissional e tinha vários elogios registrados em sua ficha individual. "Tais consagrações demonstram a grandeza deste soldado da Polícia Militar e a competência com a qual realizava suas funções", diz nota.
Soldado Canela

Rodinei Alberto Canela era natural de Rolim de Moura (RO), tinha 35 anos e por quase quatro anos prestou seus serviços à sociedade no 7º Batalhão de Polícia Militar. Atualmente, estava lotado no município de Campo Novo de Rondônia.

comentários

Deixe seu comentário

Os comentários são moderados, sua mensagem será avaliada e aparecerá ou não aqui num prazo médio de 24 horas.

Desenvolvido por:
w7br