Monte Negro

DELEGADO REGIONAL DE ARIQUEMES FALA SOBRE AS INVESTIGAÇÕES DO CASO TAINÁ EM MONTE NEGRO

Postado em 30/10/2017 12:42 h | Fonte: Alerta Noticias

DELEGADO REGIONAL DE ARIQUEMES FALA SOBRE AS INVESTIGAÇÕES DO CASO TAINÁ EM MONTE NEGRO


Em entrevista coletiva realizada no domingo (29/10) o delegado regional Dr. Rodrigo Duarte destacou a linha de investigação da Polícia Civil no caso do desaparecimento de Taina Carina de Lima Mendonça, 21 anos na cidade de Monte Negro-RO. Segundo o delegado foram adotas quatro linhas de investigação, as primeiras já têm possibilidades remotas de serem confirmadas devido as circunstancias do caso.

“Desde ontem (sábado 18) a partir do momento soubemos do desaparecimento por volta das seis horas da tarde (18hS) as diligências já começaram, nós estamos trabalhando com quatro hipóteses, a menos provável é o desaparecimento voluntario porquê as circunstancias indicam que o desaparecimento é criminoso.

Nós estamos dando por alto também na questão de sequestro, dado a ausência de qualquer contato com eventual sequestrador. Latrocínio (roubo seguido de morte) também muito improvável porque o principal bem foi deixado no local que é sua moto.”
Em outra parte da entrevista o Delegado disse que com o passar das horas a esperança de encontrar Taina com vida diminui e as buscas já estão sendo realizadas com previsões de homicídio.

“E infelizmente a gente trabalha com a hipótese de homicídio, e eu tenho que dizer que a gente está procurando por um corpo. Esperamos que estejamos enganados e encontre as vítimas porque ela estava gravida com vida, mas a partir do momento que as horas vão se passando e a gente não consegue localizar ela com vida a gente começa a procurar por locais de busca que são normalmente voltados para a procura de um corpo.”

Quanto a investigação realizada pela Polícia Civil o Dr. Rodrigo Duarte relatou a direção que as investigações estão sendo dirigidas, e porque o principal suspeito do desaparecimento é o ex-marido de Taina.

“Nós temos um contexto que está sendo montado como um quebra cabeça envolvendo a relação dela principalmente com o ex-marido, uma relação instável, uma relação complicada com um cenário de ameaça, com um cenário de hostilidade embora esteja sendo aguardado este filho, o ex-marido ele se recusava a reconhecer a paternidade a vítima buscava de forma legitima este reconhecimento e os direitos decorrentes desta paternidade; E a história começa a se centralizar aí, nós temos a informação que houve um contato entre a vítima e o suspeito que teria feito com que a vítima fosse ao encontro dele; É a partir deste momento que ocorre o desaparecimento, o veículo da vítima foi encontrado horas depois e depois disso não tem nenhuma informação.”

O delegado ressaltou o trabalho da polícia civil, que passa desde medida cautelar junto ao poder judiciário até a reconstrução do trajeto feito pela vítima para a confirmação do testemunho do suspeito.

“Nesta análise que nós estamos fazendo da prova, das circunstancias dos indícios nós já temos um principal suspeito e medidas cautelares estão sendo adotas neste momento pela Polícia Civil. Estas cautelares estão sendo dirigidas ao poder judiciário e paralelamente tem uma equipe da delegacia de homicídio que está desde sábado trabalhando no caso com mais intensidade e do núcleo de inteligência também faz neste momento diligencias em Monte Negro para tentar reconstruir o trajeto da vítima para tentar verificar se a versão que o suspeito deu tem alguma obscuridade, aversão, contradição, ambiguidade então tudo isso vai ser avaliado a partir de agora.

A equipe de reportagem está presente em Monte Negro acompanhando as diligencias realizadas na tarde de Domingo (29/10) e trará qualquer informação em caráter de urgência.

DELEGADO REGIONAL DE ARIQUEMES FALA SOBRE AS INVESTIGAÇÕES DO CASO TAINÁ EM MONTE NEGRO

comentários

Deixe seu comentário

Os comentários são moderados, sua mensagem será avaliada e aparecerá ou não aqui num prazo médio de 24 horas.

Desenvolvido por:
w7br